Policiais militares decidem por manifestação para pedir reajuste em MS

Dia 31 de maio - O movimento vai deixar parte do efetivo nos quarteis por 24 horas foi divulgado nesta tarde, após assembleia geral

No dia 31 de maio, policiais militares e bombeiros devem ficar 24 horas com apenas parte do efetivo nas ruas como reivindicação pelo reajuste e incorporação de abono de R$ 200 ao salário. A medida foi divulgada após assembleia geral, que aconteceu neste sábado (25) em Dourados – a 233 quilômetros de Campo Grande.

Segundo nota da União dos Militares Estaduais de Mato Grosso do Sul, na assembleia os militares decidiram que no dia 31 de maio irão realizar por 24 horas a chamada operação padrão, quando apenas parte do efetivo de plantão atende as ocorrências na rua.

No mesmo dia, policiais militares e bombeiros inativos e de folga farão uma caminhada da sede do Comando-Geral da Polícia Militar até a Governadoria, no Parque dos Poderes em Campo Grande. Familiares dos militares também participarão da manifestação.

Ainda conforme a União dos Militares, as medidas são uma reinvindicação e um pedido de valorização aos policiais militares e bombeiros de todo o Estado. “Lutamos pela incorporação do abono de R$ 200, promessa já feita em anos anteriores, pela imediata reposição inflacionária constitucional dos últimos 12 meses, além da discussão das perdas acumuladas desde que a atual gestão assumiu o Executivo”, diz a nota.

Assinam a nota a ACSPMBM (Associação E Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), AME-MS (Associação dos Militares Estaduais de Mato Grosso do Sul), AOFMS (Associação dos Oficiais Militares de Mato Grosso do Sul) ASPRA-MS, (Associação de Praças de Mato Grosso Do Sul), ABM-MS (Associação dos Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), APBM-MS (Associação dos Praças Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), ABOI-MS (Associação dos Bombeiros Oficiais Inativos de Mato Grosso do Sul).

COMENTARIOS

LO ULTIMO

MS registra mais de mil novos casos de dengue e Dourados tem nova morte confirmada

A doença já fez 24 vítimas fatais, neste ano, em Mato Grosso do Sul. Destas, oito foram em Campo Grande, sete em Dourados, três em Três Lagoas e Maracajú, Ponta Porã, Corumbá, Costa Rica, Coxim e Amambai registram uma morte pela doença cada.

Prefeito Hélio entregará meio milhão em equipamentos para as escolas municipais

Entre os materiais estão computadores, televisores, ar condicionado, geladeiras e outros ítens

Piden prisión domiciliaria a supuesto miembro del PCC, en Pedro Juan

Con fuerte dispositivo policial en el Palacio de Justicia y dentro de la sala de juicios orales se llevó a cabo la audiencia de revisión de medidas para el sindicado por los investigadores como miembro del PCC y detenido en Pedro Juan Caballero, David Timoteo Ferreira, Su abogado el polémico Néstor Echeverria, pidió que el brasileño sea beneficiado con la prisión domiciliaria.

Dupla é presa com maconha que seria vendida em MG

O caso foi apresentado Delegacia de Polícia Civil em Maracaju.

Detran notifica proprietários de veículos apreendidos e promove operação

Já estão em atividades, leiloeiros nas cidades de Três Lagoas, Nova Andradina, Sonora, Corumbá, Chapadão do Sul e Ponta Porã.

Mãe escuta grito e flagra idoso estuprando filha de 7 anos

O Conselho Tutelar também foi acionado para acompanhar a ocorrência e garantir todo o suporte para a vítima.