Pontos de ônibus alvo de vandalismo

PONTA PORÃ - Além das academias ao ar livre, agora são os novos pontos de ônibus alvo da ação criminosa

A prefeitura de Ponta Porã vem instalando mais de 40 novos pontos de ônibus em vários pontos da cidade. Material de acrílico, garante maior comodidade aos usuários do sistema de transporte coletivo interbairros, mas a ação de vândalos compromete o trabalho desenvolvido.

No fim de semana, vândalos agiram e começaram a destruir os pontos, arrancando a adesivagem. Através da secretaria de Obras, a prefeitura lamenta tal ato, já que o patrimônio público dispende de recursos aplicados visando melhorar a qualidade de vida da população, neste caso dos pontos de ônibus. 

Não é a primeira vez que isso acontece na administração do prefeito Hélio Peluffo. Vândalos a serviço de atos de destruição já deixaram sua marca na academia ao ar livre localizada no bairro Jardim Marambaia, próximo ao ginásio de esportes ´Rachid Saldanha Derzi´.

Os instrumentos para exercícios disponíveis à população foram quebrados, outros arrancados. Os moradores asseguram que grupos de usuários de drogas seriam os responsáveis pelo vandalismo. A secretaria municipal de Segurança Pública realiza ronda frequente em todos os prédios públicos, mas as ações geralmente acontecem de madrugada. E isso não é raro.

A prefeitura de Ponta Porã através da secretaria municipal de Obras e Urbanismo, foi obrigada a recuperar toda a fiação da rede de energia elétrica que abastece a iluminação pública na BR 463, na saída para Dourados, no trecho entre os trevos da ´cuia´ e de acesso à UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Vândalos furtaram toda a fiação, prejudicando toda a iluminação pública existente nesse trecho ainda no perímetro urbano do município.

A prefeitura efetuou a reposição do cabeamento para retomar o serviço. Essa extensão é bastante utilizada por professores e acadêmicos de três importantes instituições de ensino de Ponta Porã, como a UEMS, UFMS e do IFMS já no distrito de Sanga Puitã. 

O prefeito Hélio Peluffo ficou muito preocupado com a situação e já determinou providências no sentido de reforçar a segurança.

“É patrimônio público que um reduzido número de pessoas depredam, prejudicando um grande número de cidadãos e cidadãs que são beneficiadas”, disse o prefeito Hélio, citando a academia ao ar livre.

No caso da academia no grande Marambaia, há pouco tempo a prefeitura, através da Fundação de Cultura e Esportes revitalizou o espaço, reformando todos os equipamentos e entregando à comunidade.

COMENTARIOS